Cidades Inteligentes: O segundo dia do Evento SMART CITY BUSINESS AMÉRICA contou com a presença do Sócio Diretor da Futurion Márcio Rodrigues dos Santos, que palestrou no Painel 6: “Marco regulatório para implementação de redes inteligentes”.

O Smart City Business America (SCBA) é um evento que promove o avanço das discussões relacionadas às Smart Cities na américa, sendo líder da iniciativa para criação de um ecossistema e de um mercado de Cidades Inteligentes. O SCBA está presente em 9 países do continente americano.

O evento é voltado para os mais diversos públicos interessados nas áreas de inovação e avanços tecnológicos, ecossistemas inteligentes, mercado de cidades inteligentes e avanços de infraestrutura nas cidades.

Nas edições deste evento são convidados grandes nomes da area de Smart Cities, incluindo gestores públicos, empresários e profissionais da área para realizarem palestras a respeito dos mais diversos temas, como: inovação tecnológica, ecossistema de inovação, inovação para cidades inteligentes, mercado das grandes cidades e infraestrutura das grandes cidades.

O Smart City Business América, aconteceu de 24 a 26 de maio, no Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo e contou com a presença da Futurion através dos Sócio-Diretores Márcio Rodrigues dos Santos e Caio Cezar Bonilha Rodrigues.

 

O Sócio-Diretor da Futurion, Márcio Rodrigues dos Santos, palestrou no Painel 6: “Marco regulatório para implementação de redes inteligentes”. Tema que foi desenvolvido com base na seguinte pergunta: “A regulação no Brasil precisa de avanços para compreender esse fenômeno? Há exemplos de sucesso que possamos utilizar como modelos hábeis à regulação e implementação de redes inteligentes? Há como a regulação fomentar experiências de “smart grid” no Brasil?”

A proposta de solução que vem se desenvolvendo nos últimos anos envidam tornar a geração de energia mais distribuída e sustentável. Se o modelo de sistema elétrico preponderante no mundo consiste em utilizar grandes centrais geradoras, muitas vezes distantes dos grandes centros urbanos, com longas redes de transmissão para integrar a geração aos centros consumidores, o que gera perdas e custos de operação e manutenção, espera-se que, no futuro, sejam implantados muitos projetos de geração distribuídos por toda a rede, o que diminuirá as perdas e majorará a sustentabilidade do sistema, já que o caminho entre fornecedores e consumidores se encurtaria, sem falar no fato de que essa geração contaria majoritariamente com a utilização de fontes limpas.

A rede elétrica inteligente, ou Smart Grid, engloba todos esses elementos e para isso é precisa controlar a interação entre os agentes geradores, consumidores, distribuidores e armazenadores de energia, multiplicados em número e espécies ao longo das redes.

 

O debate contou com a presença de grandes gestores públicos, empresários e profissionais da área como: MARCOS PEREZ, Sócio da Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques Sociedade de Advogados (Mediador), JONNY DOIN, CEO da Grid Vortex (Palestrante), MARCUS CUNHA, Diretor Comercial e de Operações da Engie (Palestrante), MARIÉLIO DA SILVA, Diretor de Tecnologia da Nansen (Palestrante).

 

Veja como foi o evento:

Quer saber mais? Deixe seu comentário, faça uma pergunta e compartilhe seu conhecimento conosco!

Conheça nossos conteúdos e fique por dentro de nossas novidades!

 


 

Imagem: Reprodução Internet

Evento e Informações: Institucional Smart City Business America

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Translate »